Sky Down
FOTO: Filipa Aurelio


O novo e inédito disco da banda é a base dos shows em Goiânia, Uberlândia, Rio de Janeiro e Americana em agosto




FOTO: Filipa Aurelio

FOTO: Filipa Aurelio

FOTO: Thais Silvestre

FOTO: Filipa Aurelio
Uberlândia, Goiânia, Rio de Janeiro e Americana, em dois finais de semana. O que vocês estão buscando nessas cidades?
Caio
CAIO: To aberto a ver o que elas tem... não busco muito além de tocar. Como a maioria das nossas coisas, não é nda muito planejado. Não foi uma tour planejada..qdo vimos, iriamos passar todos os shows de agosto viajando
Andre
ANDRE: Rapaz, seria muita prepotência minha sair de casa e buscar algo em qualquer lugar (rizos). Mas como sempre, eu procuro conhecer gente com uma visão diferente da minha. Isso me faz ir pra frente.
Buttler
BUTTLER: Eu particularmente conheço só o RJ e a passeio. Nem sei como é a “cena” lá, rolês, tocar e tal. Uberlandia e Goiania tenho mtos amigos e conhecidos q tocam, sempre fui afim de conhecer. O que eu busco nessas cidades acho que é conhecer como sao as coisas la os roles os shows, enfim dar uma SACADA qualé que é
Quando foi a última vez que viajaram para tocar? O Circadélica em Sorocaba? Como foi aquilo?
Andre
ANDRE: Depende...rs...Sair de Santo André é viagem
Buttler
BUTTLER: Viajar tocando lembro de mogi, o resto acho q rolou por aqui sa-sp
Caio
CAIO: Já fomos p Goiania, Brasilia e interior de sp
Buttler
BUTTLER: Eu fui sexta pra Sorocaba trombar uns amigos e ja ficar por la. Caio foi dps e Andre chegou dps tb
Caio
CAIO: Agora Circadelica...
Andre
ANDRE: Sorocaba foi lindo do jeito que foi. Não rolou o evento, mas tivemos mais uma experiência como banda que valeu a pena.
Caio
CAIO: Foi bonito e triste o Circadélica. Produção legal, pessoal afim de fazer o negocio acontecer. E não rolou.. por "forças poderosas" ai
Buttler
BUTTLER: sim. Eu fiquei bem emocionada com o tanto de gnt querendo ajudar e fortalecendo
Caio
CAIO: Só me fez me aproximar e gostar mais da galera de Sorocaba
Andre
ANDRE: Tive a noção da força das pessoas ali. Essa parte foi linda. Gente organizando evento no mesmo dia do evento pra não deixar a galera na mão Maurício, eu te amo!
É impactante. Tudo isso acontecendo ao mesmo tempo no país, no mundo, com as pessoas, a sociedade enlouquecida, muitos embates, e vocês numa banda de rock, viajando e conhecendo gente por aí. O que vocês têm encontrado?
Caio
CAIO: Acho que o rock ta no habit natural
Encontrado? Muita gente maluca e legal
Os chorumes eu tento ignorar
Buttler
BUTTLER: Ah o roque tá aquela coisa. As panelas de sempre, uns cuzero no meio. Mas vida que segue
Caio
CAIO: O que é legal e importante é ver gente com ideia boa e pensando pra frente se encontrando
Andre
ANDRE: Não quero mudar o mundo umbigo que é o rock. Mas tem uma galera bem boa, mas bem boa mesmo!
Caio
CAIO: Vc se sente menos sozinho e motiva tb..apesar desse caminhão de dificuldades ai
Eu sempre achei que a música é como um ímã atraindo as pessoas mais interessantes
Andre
ANDRE: Vide Sky Down
Caio
CAIO: Ima de maluco
Andre
ANDRE: Ops Hahahahahahaha
Caio
CAIO: Sempre qdo acho que a minha cota deu, aparece mais um
Andre
ANDRE: É o que move as bandas
O que move as bandas?
Andre
ANDRE: O que move as bandas são as pessoas
Não são likes
Buttler
BUTTLER: pois eh
Andre
ANDRE: Pessoas movem as bandas E não as bandas que movem as pessoas
E vocês estão movendo o SKY DOWN. Muitos shows. Quantos este ano até agora? O que acham do momento atual em São Paulo?
Caio
CAIO: Putz..não sei quantos shows esse ano. Alguns, sou meio perdido pra isso
>
Andre
ANDRE: 19 shows
Tamo naquela de lançar o disco novo
Caio
CAIO: O que acho legal do momento é apesar de existirem os nichos e as bandas que fazem parte deles, hj existem mais bandas de diversos generos. Vc tem galera do post punk, shoegaze, noise, improvisos, etc. Antes parecia acho que tinha muita coisa meio igual
Em que pé está o novo disco?
Caio
CAIO: O disco ta basicamente todo gravado tirando 2 vocais que preciso gravar Acho que terá 10 ou 11 faixas Já tem capa...título
Vocês já estão tocando material do disco nos shows?
Caio
CAIO: Sim. Metade do show é o disco novo
Andre
ANDRE: O show é o disco novo
E com quem vocês vão tocar nessa tour? Já tocaram com eles?
Buttler
BUTTLER: Vamo toca com lava divers em udi e gyn
Ja tocamos com eles no ccsp e em santo andre
Caio
CAIO: Os shows em Uberlândia e Goiânia foi o Lava Divers que nos convidou No Rio foi Bolinho do Fuck Youth que chamou e armou tudo por la E nunca tocamos no Rio ne?
Andre
ANDRE: Não
Só no Rio Tiquatira na Penha....nem sei se chama Tiquatira
Caio
CAIO: Americana foi a Nath do Derrota que chamou. Então assim...é sempre amigos e amigas de outras bandas
Andre
ANDRE: Mas tocamos em cima de um rio
Nichos e panelas — o que vcs pensam sobre isso
Caio
CAIO: Fugir
Andre
ANDRE: Tem uma parcela bem pequena que quer criar isso
Tô cagando
o que são exatamente?
Caio
CAIO: Nichos, rótulo, gênero não ligo. Rotula do que quiser
Acho que esse lance de panela é coisa de gente insegura
Buttler
BUTTLER: Nichos e panelas: corra
Andre
ANDRE: Sim, gente que não se resolveu
Eu não vivo num mundo medieval, não quero criar um clã ou coisa parecida. Existem 10 milhões de pessoas que posso conhecer, pra que vou criar uma panela?
Caio
CAIO: E é um lance meio infantil
Mas tb acho um saco ficar pregando união, esse papo namaste. Faz e se junta quem quiser
no fim é isso
Andre
ANDRE: Eu só quero conhecer pessoas
Nem torço pra time de futebol
Depois de alguns anos entrevistando e conversando com bandas, notei que há uma coisa meio natural de turmas de pessoas que trabalham juntas ao redor de alguma coisa. O SKY DOWN tem circulado e talvez criado um espaço
Caio
CAIO: Nao sei. Sou péssimo pra ver as coisas de fora. Onde estamos, pra onde estamos indo. Sabe aquele filme Twister? As vezes eu me sinto a vaca no meio de um tornado F alguma coisa
Buttler
BUTTLER: Nao saco esse espaco ai. Nao consigo desprender de fora saca.
Andre
ANDRE: Espaço acho que não, mas por vezes a gente sempre estamos cruzando com as mesmas pessoas, ainda mais por mim que sou o mais caseiro da banda.
Ok é muito difícil ver o que vc está fazendo com um distanciamento. É mais fácil ver o que os outros fazem. O que vocês estão vendo? é totalmente reflexivo — as bandas se alimentam simultaneamente. Ou não?
Caio
CAIO: Acredito que sim. O que eu vejo e gosto é as bandas que focam na musica ainda sabe? Foda falar "ainda", mas é real. Pq tem muita gente que foca mais em rede social, likes, em "bombar" nesse mundo. A música parece é segundo plano
Andre
ANDRE: A visão é bem subjetiva e individual. A troca das experiências é o que faz tudo andar nisso tudo.
também acho que as redes sociais são um jogo banal que sequestrou a imaginação e o tesão das pessoas — mas as experiências, como o rock e a música ao vivo, fazem toda a diferença para quem percebe isso. E vcs percebem. Eu já vi dois shows de vocês e recomendo para quem está nessas cidades aí da sua tour. Qual recomendação vocês dão para quem vai ver esses próximos shows?
Andre
ANDRE: Vem no 74club
ah bem lembrado: o que está acontecendo em Santo André?!
Caio
CAIO: Um pouco do que já vem rolando há uns anos basicamente. Tem bandas de punk, metal, new wave, rock alternativo, etc. O 74 que centraliza toda essa turma
Andre
ANDRE: Veio, cola em Santo André. A gente transa no final